sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Fiscalizar é um ato de cidadania

Participo do Adote Um Vereador, desde 2008, e estou lançando este espaço com a finalidade de dar início ao projeto de fiscalização para a legislatura 2017/2020 na Câmara Municipal de São Paulo.
Minha experiência neste período mostrou que nossos ilustres representantes não gostam de se sentirem fiscalizados.
A estrutura que abriga o parlamento é mantida as custas de dinheiro público, aquele que você contribui quando paga seus impostos. Os impostos estão embutidos nos preços de todos os produtos ou serviços que utilizamos, desde um cafezinho até o arroz com feijão que consumimos no dia a dia.
 
Por isso é nossa obrigação fiscalizar como ele é gasto por nossos "representantes", deixando bem claro que a Câmara Municipal não gera receitas, apenas despesas.
Você é meu convidado, acompanhe meu trabalho por aqui e saiba o que acontece no dia a dia da Câmara Municipal.

Populares